(function (d) { var b = d.body; var s = d.getElementsByTagName('script'), p = d.createElement('script'); window.WidgetId = "FC_WIDGET"; p.type = 'text/javascript'; p.setAttribute('charset', 'utf-8'); p.async = 1; p.id = "flychat"; p.src = "https://ltmsolucoes.flychats.com.br//widget/flychat_widget.js"; b.appendChild(p); }(document));

Com a pandemia global desencadeada pela COVID-19, o mundo atravessa um período marcado por incertezas. Fechamento de mercados, demissão de mão de obra em massa, isolamento social e disparada na taxa de empresas falidas são apenas algumas das muitas anormalidades que marcam nosso período

Apesar da preocupação com a saúde vir em primeiro lugar, não é possível ignorar os efeitos econômicos da atual crise. Sem empresas, não há empregos, e sem empregos não há renda, necessária para que todas as pessoas possam suprir suas necessidades mais básicas.

Dessa maneira, as empresas devem se reinventar para que possam sobreviver a essa crise, manterem sua força de trabalho empregada e ocupada e saírem fortalecidas quando tudo isso acabar.

Apesar dessa não ser a primeira pandemia que a humanidade atravessa, hoje tanto empresas quanto as pessoas em geral contam com uma importante ferramenta para enfrentar e sobreviver a crise da COVID-19: as tecnologias. Dentre elas, uma das mais poderosas é sem dúvidas a IoT (Internet das Coisas).

O que é IoT?

Apesar do nome pouco familiar, trata-se de um conceito bastante simples. De maneira geral, Internet das Coisas se refere à conexão entre objetos quaisquer do mundo físico que tenham sensores, chips e softwares, permitindo que se conectem uns aos outros e interajam com as pessoas em diferentes escalas.

Portanto, o ponto basilar desse conceito diz respeito à “inteligência” que os objetos ganham quando são conectados por meio de diferentes redes, que pode ser wi-fi, bluetooth, NFC, RFID, dentre outras.

Pode não parecer uma grande inovação à primeira vista, mas quando aplicada de maneira estratégica, essa nova tecnologia pode trazer inúmeros ganhos, inclusive financeiros.

Quais são os campos de utilização dessa tecnologia?

Atualmente, o campo de aplicação mais conhecido da IoT são os dispositivos pessoais, utilizados diariamente por milhões de pessoas ao redor do mundo. Um bom exemplo são os smartwatches. que além de otimizar as funções de smartphones, também permitem outras aplicações, como monitoramento de batimentos cardíacos.

Outro exemplo comum da tecnologia em questão são os carros inteligentes, que permitem a troca de dados com outros dispositivos, a integração de GPS, direção autônoma e detecção de pedestres, carros e objetos na pista, reduzindo a chance de acidentes.

No campo industrial, a IoT é responsável pelo surgimento da indústria 4.0, juntamente com outras tecnologias como o Big Data e Inteligência Artificial. Assim, trata-se de um nova paradigma de produção em que a automação atinge níveis nunca antes visto, aumentando a capacidade de demanda e tornando o processo de produção menos custoso.

Mas como a IoT pode ajudar as pequenas e médias empresas do varejo, que geralmente possuem menos recursos financeiros para acesso às tecnologias de ponta, a se recuperarem da atual crise causada pela COVID-19? É isso que será discutido abaixo.

Como ela pode ajudar na recuperação econômica de empresas? 

Com a maioria das lojas fechadas ou com restrição de público, a compra online e entrega via delivery se tornou a regra mesmo no caso dos pequenos negócios, uma vez que tais práticas antes da pandemia eram restritas a grandes redes varejistas.

Neste ponto reside um dos principais benefícios da tecnologia para a recuperação econômica das empresas: ela auxilia a entregar produtos e mesmo alguns serviços sem que haja necessidade de contato humano.

No campo da educação, no qual se concentram vários pequenos negócios, especialmente no ensino infantil, a tecnologia pode auxiliar no aprendizado dos alunos de maneira remota, tornando o ensino mais interessante e lúdico ao integrar a sala de aula virtual a dispositivos do espaço em que os alunos estão, bastando utilizar um pouco de criatividade e engenhosidade para isso.

Por fim, no campo do trabalho remoto, a IoT pode auxiliar na gestão de equipes, especialmente no que diz respeito a empresas com grandes equipes. Um exemplo de aplicação da tecnologia neste campo é o Vivo Gestão de Equipe, plataforma intuitiva que permite que o trabalho remoto se torne mais eficiente, aumentando a produtividade da equipe através de suas funcionalidades de ponta.

Tirar proveito das inovações tecnológicas é fundamental para garantir a sobrevivência e crescimento da empresa no mercado, especialmente durante a pandemia. Para fazer isso da melhor maneira, conte com as soluções da RM Telecom, parceira Vivo Empresas que contém diversos serviços inovadores em seu portfólio, pensados especialmente para impulsionar sua empresa.

Leave a Reply